Freixo de Espada à Cinta
Arqueologia
Calçada de Alpajares

Morada:

Calçada de Alpajares / Poiares
5180-346 Poiares

Coordenadas GPS:

41.05785 / -6.8992

Contactos:

Nome: Jorge Duarte
Cargo: Técnico Superior
Telefone: 939 807 452
Email: jorge.duarte@cm-fec.pt

Contactos:

Nome: Jorge Duarte
Cargo: Técnico Superior
Telefone: 939 807 452
Email: jorge.duarte@cm-fec.pt

Contactos:

Nome: Posto de Turismo
Cargo: Informações
Telefone: 279 653 480
Email: turismo@cm-fec.pt

Ligações:

URL: http://cm-freixoespadacinta.pt
Descrição: Site do Município

URL: http://www.igespar.pt
Descrição: Site do Instituto do Património Arquitectónico e Arqueológico

Horário:

Freixo de Espada à Cinta – Sair da vila em direcção a Sul, Barca d´Álva pela N221, seguir em direcção a Poiares pela N325-1 e depois pela N621. Já na aldeia seguir as placas que indicam a Calçada de Alpajares.

Serviços:

Necessário requisitar guia.
 

Destaques:

Tem cerca de 800 metros de comprimento com pelo menos 28 curvas ou lancetes. Construída de seixos rolados de quartzo e de quartzito espetados na terra e bem ajustados entre si, divide-se em patamares de diversos tamanhos separados por pequenos degraus de 5 a 10cm de altura. O maior ou menor comprimento destes patamares está em relação com o pendor do terreno em que assentam, bem como com os lancetes ou curvas e o maior ou menor raio destas, assim, são mais compridos onde a subida é mais suave, e mais curtos onde é mais acentuada. A sua largura varia entre 1,50m a 2,40m.

Como ir:

Freixo de Espada à Cinta – Sair da vila em direcção a Sul, Barca d´Álva pela N221, seguir em direcção a Poiares pela N325-1 e depois pela N621. Já na aldeia seguir as placas que indicam a Calçada de Alpajares.

Aberto ao público:

Não

Datação:

Idade do Ferro

Estilo:

arqueologia

Época:

As calçadas deste tipo que estão referenciadas a nível nacional, apresentam-se como medievais, mas poderão ter origem na época romana. Têm geralmente cerca de 2 metros de largura, são construídas com pedras em calcário e alguns seixos e apresentam pedras em cunha, a delimitar as bermas e o eixo central da via.